Os Melhores Nomes Para Crianças

Como reconhecer o abuso social

O abuso social é uma experiência emocionalmente marcante e
O abuso social é uma experiência emocionalmente marcante e é importante aprender como identificar os sinais. | Fonte

O abuso é como um ladrão na noite que busca destruir, pilhar e devastar suas vítimas. Causa intenso dano emocional, mental e físico. Alguns abusos acontecem a portas fechadas, enquanto outras formas são realizadas em público. O abuso social é apenas uma forma de abuso eficaz apenas quando o público está presente.

O que é abuso social?

Como a maioria das outras formas de abuso, o abuso social inclui tratamento cruel, como humilhação pública, ameaças, intimidação e fofoca. Também pode incluir piadas às suas custas, constantes importunações ou provocações em público para provocar sua raiva e fazer cócegas, toques, beijos ou outras formas de atos físicos que você pediu a seu parceiro que evitasse em público. Também pode incluir qualquer comportamento destinado a aborrecê-lo na frente de outras pessoas.

Sinais de Abuso Social

Você pode estar em um relacionamento socialmente abusivo se seu parceiro:



  • Incentiva amigos que são abusivos
  • Fofocar ou espalhar boatos sobre você
  • Monitora suas atividades sociais
  • Trata você de forma desrespeitosa na frente dos outros
  • Conta segredos ou histórias embaraçosas sobre você
  • Recusa-se a socializar com sua família ou amigos
  • Recusa-se a deixar você trabalhar fora de casa
  • Exige que você contabilize todo o seu tempo com os contatos sociais
  • Controla quem você pode visitar e quando
  • Afasta você de sua família e amigos
  • Exige que você se afaste dos amigos e de um ambiente de apoio

Observe cuidadosamente todos esses sinais de abuso social. Se você descobrir que vários desses indicadores são praticados de forma consistente por seu parceiro, é provável que você esteja em um relacionamento socialmente abusivo. No entanto, se um desses problemas ocorre como um incidente isolado, então esse momento não indica abuso.

O abuso é difícil de identificar

O abuso social é uma das formas mais nebulosas de abuso. É difícil definir e é fácil desculpar ou deixar de lado. Você deve considerar cada caso de abuso não isoladamente, mas como parte de um quadro mais amplo.

Se seu parceiro controla com quem você pode manter contato e impede que você veja sua família e amigos, você pode estar em um relacionamento socialmente abusivo.
Se seu parceiro controla com quem você pode manter contato e impede que você veja sua família e amigos, você pode estar em um relacionamento socialmente abusivo. | Fonte

'Brincadeira' também pode ser abuso

Kate descreveu uma noite com seu parceiro como um exercício de infelicidade pessoal. Ele adorava contar histórias cruéis e humilhantes sobre sua vida sexual e suas habilidades inadequadas de paternidade. Como se isso não bastasse, ele regalou a festa com contos de jantares queimados e pratos na pia. O agressor às vezes terminava seu discurso com as palavras 'Eu só estava brincando', ou atraía a simpatia e a ajuda das mulheres mais velhas presentes. Kate agora sorri, dizendo que depois que seu agressor contava suas histórias malucas, as mulheres mais velhas procurariam uma audiência particular com ela para aconselhá-la sobre 'cuidar das necessidades de seu marido'. Disseram-lhe que deveria permitir que ele descansasse à noite e poupá-lo de fazer seu trabalho. As mulheres mais velhas tinham boas intenções e não tinham ideia de como estavam sendo usadas.

Os abusadores controlam seus relacionamentos com outras pessoas

Char relatou a tendência de seu parceiro para apresentá-la em público com mulheres que ela apelidou de 'abusadoras por procuração'. Seu agressor insistiu que ela se vestisse com roupas antiquadas e negou-lhe acesso a cuidados com os cabelos estilosos. Ele então a plantaria na companhia de mulheres ansiosas demais para humilhá-la e reforçar as provocações de seu agressor de que ela é indesejável e um constrangimento público. Char queria desenvolver uma vida social longe de seus abusadores por procuração, mas seu agressor habilmente manipulou sua vida social limitada e negou em grande parte seu acesso a relacionamentos positivos.

O abuso pode até acontecer quando você não está por perto

A divulgação de informações confidenciais ou eventos embaraçosos para colegas de trabalho e amigos também é um comportamento socialmente abusivo. Fofocar, espalhar boatos e fazer jogos mentais são meios eficazes de controlar os outros.

Maggie descreveu as táticas brilhantes de seu agressor quando se tratava de espalhar fofocas e insinuações embaraçosas em seu círculo social. Ele era um mestre em rasgar e parecer muito sincero antes de revelar informações embaraçosas sobre ela na forma de 'compartilhar preocupações' e 'pedidos de oração'. Quando ela finalmente deixou seu agressor, sua igreja estava preocupada com sua diabetes inexistente, menopausa e vários casos. Ela não se incomodou em se defender. Ela sabia que era hora de fazer sua vida em seus próprios termos e não perder tempo enganando seu agressor.

Abandonar o abuso é difícil, mas vale a pena

O comportamento socialmente abusivo costuma ser difícil de detectar. Pode ser bastante sutil, e o agressor frequentemente nega seu comportamento. Ele ou ela pode espalhar sua teia de destruição com maestria, deixando a vítima sem recurso - a menos que ela queira entrar na briga da fofoca. Quando eles finalmente deixam seu agressor, eles devem recomeçar para encontrar novos amigos que não estão sob o controle do agressor. Só então eles podem ser aceitos pelo que são e ficar livres da imagem que seu agressor criou deles.